Ir para o conteúdo principal

Sessão VIII: O papel dos media em eleições como as eleições europeias europeias

Requisitos de conclusão

Seminário VIII: O papel dos media nas eleições europeias




O papel dos media nas eleições é crucial. Sem um espaço público livre, pluralista e informado não há democracia genuína sendo que os media desempenham um papel fundamental nesse espaço público. Este papel ganha ainda mais relevância no contexto das eleições europeias onde os cidadãos são chamados a participar em eleições que não dizem respeito diretamente ao seu governo mas, infelizmente, são frequentemente contaminadas por questões relacionadas apenas com o seu País. 

Os media podem (e devem) ajudar a tornar as eleições europeias mais genuinamente europeias (e, portanto, mais democráticas). Ao mesmo tempo, a atual situação de fragilidade em que se encontram os meios de comunicação social não pode ser ignorada e já levou a Comissão Europeia a propor um "European Media Freedom Act", actualmente em consulta pública e a adoptar precisamente no terceiro trimestre de 2022. 

Ao justificá-lo, a Comissária Vera Jurova disse que “Os meios de comunicação são um pilar da democracia. Mas hoje esse pilar está a quebrar, com tentativas de governos e grupos privados de pressionar  os media. É por isso que a Comissão irá propor regras e salvaguardas comuns para proteger a independência e o pluralismo dos meios de comunicação. Os jornalistas devem poder fazer o seu trabalho, informar os cidadãos e responsabilizar o poder sem medo ou favor”.


Mesa Redonda

Luísa Meireles, Diretora de Informação da Agência Lusa  (Moderadora) 

Participantes: 

•  3 Diretores de Orgãos de Comunicação Social